Metades – Com quantas perguntas se faz meia resposta?

Já cantava Milton Nascimento “Certas canções que ouço cabem tão dentro de mim que perguntar carece como não fui eu que fiz?”.

Essa é mais uma pergunta para o rol das muitas que estão sempre se movimentando para lá e para cá em minha mente e meu coração. As perguntas não me dão descanso. Durmo e acordo com elas. Apesar de nem sempre encontrar respostas satisfatórias para as perguntas da minha cabeça, é mais fácil coexistir com elas. Já as do meu coração…

Elas são mais urgentes, gritam por respostas que parecem nunca estar corretas. Elas me tiram o ar, podem ser dolorosas. É como se eu, com muita luta, comprasse todo o material necessário para construir um barco, conseguisse a ajuda profissional necessária para fazer todo o planejamento, seguisse tudo à risca e o produto final virasse algo totalmente diferente de um barco. E o que me resta no fim são apenas mais perguntas.

Poucos artistas conseguem trazer respostas (ou pelo menos consolo!) tão adequadas para aquilo que se passa em minha mente e minha alma. E o interessante é que ele vem exatamente de Brasília, que parece ser a única resposta que mata a sede de quase todas as perguntas que sempre me corroem.

Para a maior dúvida do momento, a grande resposta é a canção/poesia/confissão do vídeo abaixo. Ela pode até não trazer a receita nem a explicação definitiva que eu gostaria para as mazelas da vida. Mas me traz o consolo de saber que eu não sou a única zanzando por aí, tentando dar sentido às minhas muitas metades.

A única coisa que me é inteira e coerente até em suas incoerências é o amor!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s